Últimas reações frente as eleições presidenciais de 2018

29/10/2018

Introdução

Estou vendo/ lendo muitos apoiadores do Haddad pedindo o voto em defesa da democracia e das instituições. Por isso vale ressaltar que a maioria dos movimentos autoritários surgiram com o argumento de defender a democracia e as instituições.

E com o passar do tempo a democracia e as instituições se tornam mais importantes que os indivíduos. E assim nasce o governo totalitário.

Declaração de Voto

O dia 28.outubro será um dos dias mais importantes da história da nossa república. A disputa está concentrada em uma única pauta: manter o Brasil na agenda progressista global ou voltar para os valores conservadores judaico-cristão.

Os pontos relacionados ao papel do estado, economia, educação, saúde, segurança dentre outros passaram inócuos. Foi a eleição dos anti e da rejeição.

A eleição entre o suplente e o capitão. Ambos não demonstraram em momento algum a capacidade para governar o país.

Mas como não sou de ficar em cima do muro, vou votar de acordo com a minha fé. Vou votar contra este partido destruidor e perseguidor da família tradicional. Desde partido que nunca buscou unir a nação (o único momento foi na carta aos brasileiros em 2002). O partido que banalizou a corrupção com a desculpa esfarrapada que os fins justificam os meios.

MEU VOTO É BOLSONARO 17

Mesmo acreditando que a partir do dia 02.jan.19 estarei na oposição e defendendo a menor participação do estado brasileiro nas nossas vidas.

#PTNÃO

Pós Eleição

Hoje à noite recebi uma notícia que alguns meses atrás eu achava impossível. O lulapetismo foi derrotado nas urnas e por uma campanha sem utilização do fundo partidário e liderada por um político do baixo clero.

A campanha fez algo incrível, conseguiu via redes sociais unir os conservadores com boa parte dos liberais. E ainda foi essencial para eleição do primeiro governador liberal, Zema – NOVO MG.

A escolha dos ministros tende a ter como base critérios técnicos e não político partidário. A começar pelo Paulo Guedes.

Convido agora os eleitores que não votaram no candidato do PSL para que no início do novo governo façam uma oposição crítica e não mimizenta e vingativa. O Brasil precisa neste momento de todos nós.

Formar um Governo de tão vastas e complexas proporções é, já por si, um sério empreendimento, mas devo recordar ainda que estamos na fase preliminar duma das maiores batalhas da história, que fazemos frente a estagnação econômica da nação e o polarização do famoso “nós contra eles”. Reforçando é um momento de união.

Perguntam-me qual seria a minha ideia de política nesta nova fase? Diminuição do estado e valorização dos indivíduos

Perguntam-me qual o meu objetivo? Diminuição da necessidade do povo brasileiro em depender dos políticos

Compreendam bem: não sobreviverá o Brasil, não sobreviverá tudo o que a nossa nação representa, não sobreviverá esse impulso que através dos tempos tem conduzido o homem para mais altos destinos: a vontade de crescer, de se desenvolver.

Hoje a página Novo Liberal reassume a tarefa de divulgar as ideias do liberalismo e da Escola Austríaca com entusiasmo e fé. Tendo a certeza de que a nossa causa não pode perecer entre os homens. Neste momento, sinto-me com direito a clamar o auxílio de todos, e digo:

Unamos as nossas forças e caminhemos juntos.

Brasil Livre com fé em Cristo

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *