PSL demostrou o motivo de 2018 ainda não ser o ano dos liberais

09/01/2018

No texto anterior escrevi sobre a relação do deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (RJ) com os movimentos liberais e que situação dele nas pesquisas, apontava para o surgimento de uma reação “conservadora” de resistência em protesto as posições “progressivas” do lulo-tucano-petismo e não de característica liberal centrada na defesa das liberdades individuais.

E também me posicionei que como liberal não sou e não serei apoiador da candidatura do deputado Jair Bolsonaro. Mas se houver uma disputa de 2º turno contra os representantes da esquerda: Lula, Ciro, Alckimin e Marina, posicionarei ao lado do deputado carioca, como diz o ditado: dentre os males o menor.

Mas como o Brasil é imprevisível, no dia 05 de janeiro, o deputado Jair Bolsonaro anunciou nesta sexta-feira que concorrerá ao Palácio do Planalto pelo Partido Social Liberal (PSL). Segue a parte da nota:

“É com muito orgulho que o PSL recebe o deputado Jair Bolsonaro e sua pré-candidatura a Presidência da República. Outrossim, é com muita honra que o deputado se sente abrigado pela legenda, e muito à vontade em um partido onde existe total comunhão de pensamentos”, diz o texto.

Outro ponto interessante do comunicado ainda afirma é relacionado da prioridade do “pensamento econômico liberal, sem qualquer viés ideológico, assim como, o soberano direito a propriedade privada e a valorização das forças armadas e de segurança” e “preservar as instituições” e “defender os valores e princípios éticos e morais da família brasileira” também são citados o chavão: “desejos de mudança” de Jair Bolsonaro.

Estes pontos dão o caráter fisiológico e retórico a esta união. Pois sabemos que o nacionalista Bolsonaro não é a favor da liberdade econômica, ele é defensor de uma pseudo – economia nacional. Em resumo, Bolsonaro que si cacifar como um candidato do mercado e o PSL precisa de votos para aumentar o fundo partidário e vencer a cláusula de barreira.

Tudo isto seria natural se não fosse o fato do PSL ser o berço do Livres (movimente liberal / libertário que estava crescendo no partido). A divergência do Livres com Jair Bolsonaro pode ser dividida em um bom punhado de categorias, como diferenças ideológicas, políticas, programáticas, econômicas e filosóficas.  E o Livre por meio do presidente do diretório gaúcho do PSL teceu criticas mais contundentes do que as minhas em relação ao posicionamento do deputado carioca:

“Não tem nada de liberal. É o tipo de caudilho latino-americano, populista. É um defensor da ditadura. É uma figura com uma trajetória lamentável na política brasileira, fruto também deste momento de polarização que vivemos”.

Também fica claro que o PSL agora bolsonariano iria romper com os Livres (se este não tivesse saído) pois como mostrado anteriormente no comunicado está escrito que o partido possui um “pensamento econômico liberal, sem qualquer viés ideológico”.

E o mais grave, pois a longo prazo, essa união acabou fragilizando dois movimentos que estão surgindo com foco em 2018 – o movimento conservador liderado pelo Bolsonaro e o movimento liberal / libertário do Livres. Assim gerando uma grande confusão ideológica, comprovando mais uma vez que os partidos políticos no Brasil (com exceção do Novo) possuem um único objetivo que é o Fundo Partidário.

E infelizmente tal situação só comprova que 2018 ainda não será o ano dos liberais e que o deputado e pré-candidato Jair Bolsonaro é também um inimigo das liberdades individuais e mais um politico igual aos outros, e retiro o que escrevi que ele é dos males o menor. Pois pior que um lobo, é o só o lobo em pelo de cordeiro, isto é, pior que um defensor do poder estatal, é somente o um defensor do poder estatal vestido de liberal, ou melhor, social liberal.

E quanto ao Livres, eu ficaria dentro do partido e travaria uma batalha em relação aos posicionamentos do Bolsonaro e isto seria como a luta sempre inglória do ex congressista americano Ron Paul que lutava dentro do partido Republicano e fez notório as suas ideias em defesa da liberdade

 

Referências

Quem perde com Bolsonaro no PSL? Você https://www.institutoliberal.org.br/blog/politica/quem-perde-com-bolsonaro-no-psl-voce/

2018 será o ano dos liberais? http://www.transportelibertario.com/?p=190

Bolsonaro e os Liberais http://www.transportelibertario.com/?p=194

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *